Anapolina perde amistoso contra a aparecidense — Anapolina

 
 

/ notícias

compartilhar
18/05/17 - 14h12 - Atualizado em 18/05/17 - 14h14

Anapolina perde amistoso contra a Aparecidense

Rubra joga bem, mas perde com dois gols de pênaltis duvidosos

 

Anapolina perde amistoso contra a Aparecidense
Gol de Saulo que abriu o placar da partida
Em mais um teste para visando a estreia na Divisão de Acesso do Goianão a Anapolina, jogando em Aparecida de Goiânia, jogou muito bem, mas acabou sendo derrotada, de virada, pelo placar de 2x1. Apesar do caráter amistoso da partida o jogo, novamente, foi quente e com vários focos de conflitos durante os 90 minutos, aliás, 87, pois o árbitro teve que encerrar a partida antes do tempo regulamentar da segunda etapa devido à sua falta de experiência em partidas mais duras.
A Rubra começou a partida muito bem postada tanto defensivamente como na parte ofensiva, mesmo sem o experiente Nonato, os atacantes conseguiram levar bastante perigo à meta adversária. O meia Elias que fazia sua estreia com a camisa da Anapolina foi o grande municiador para a artilharia colorada, com excelentes passes em profundidade e viradas de jogo precisas, ele deixou a defesa da Aparecidense perdida em campo. Com essa confusão dos zagueiros, em um bom cruzamento vindo da direita, Dinei teve a primeira grande oportunidade para a Xata em um arremate de primeira, livre de marcação, que acabou passando por cima do gol. Logo em seguida, em um belo passe de Elias, o atacante Saulo, cara a cara com o goleiro, não abriu o placar por pouco, quando sua finalização acabou passando ao lado da baliza. Em sua terceira chance de gol a Anapolina foi fatal, encontrando as redes da Aparecidense após cobrança de escanteio de Elias pela direita o goleiro Pedro Henrique ficou no meio do caminho e Saulo entrou livre no segundo poste para cabecear e marcar o primeiro gol dele com a camisa colorada.
Com placar desfavorável e jogando em casa a Aparecidense saiu para o jogo, tentou criar chances para igualar o marcador, porém não conseguia passar pelo forte esquema de marcação da Xata. Na única chance concreta de gol, em uma cobrança de falta, a bola passou muito próxima da trave assustando o goleiro Clériston. Depois disso, quem entrou em cena, para estragar a partida, foi o árbitro. Sem experiência, ele deixou o jogo ficar mais duro e violento, com entradas mais fortes por parte dos dois times. Na primeira, ele permitiu uma entrada mais dura do volante Marzagão e acabou revoltando os jogadores da Aparecidense que pediam a explusão do camisa 5 da Xata. O segundo erro foi assinalar um penalti duvidoso no final da primeira etapa quando o jogador colorado deu um carrinho na bola e ele, sem pensar muito, apitou apontando a marca da cal, dando a chance para a Aparecidense, em uma bola parada, o que ela não encontrou com a bola rolando. O atacante Tozin não disperdiçou a chance e empatou a partida.
No segundo tempo, logo em seu início, mais um erro que determinou os rumos da partida quando, em mais um lance duvidoso, o juiz marcou outra penalidade desta vez por uma mão na bola dentro da área do lateral Lucas Mendes. Desta vez foi o meia Murilo que não disperdiçou e passou a Aparecidense à frente do placar, 2x1. A Anapolina trabalhou bem a posse de bola, tocou e envolveu o adversário, criou oportunidades principalmente com a bola parada do meia Elias, mas acabou não superando a má atuação do árbitro que, após expulsar o volante Lusmar por repetidas entradas violentas, aos 43 da etapa final também expulsou o volante Marzagão da Rubra claramente em forma de compensação. Depois virou tumulto quando ele acabou expulsando também o volante Everton Luiz da Anapolina e amarelando outros jogadores que o cobravam por um critério melhor para sua arbitragem. Ele não teve outra opção por findar a partida antes do tempo regulamentar para que a confusão não ficasse ainda maior.
No resumo da partida, mesmo com o placar adverso, a Rubra tem motivos para confiar na capacidade técnica do grupo que foi à campo ontem, mostrando um bom futebol, um forte sistema defensivo e variações em seu sistema de jogo que permite o treinador Éverton Goiano seguir seu trabalho de forma tranquila até o início da competição no próximo dia 28 no Jonas Duarte contra o América de Morrinhos.





 

 

 

>> Confira mais notícias

 

 
teste

 

Associação Atlética Anapolina desde 1948. Todos os direitos reservados � 2010 - Mapa do Site Meener Enkontre